Curiosidades

Mulheres Egípcias

Mulheres Egípcias

As mulheres eram bem tratadas no Egito, podiam ter propriedade e receber renumeração, elas tinham direitos, e poderiam ir aos tribunais reclamarem caso se sentissem lesadas. Quando casadas continuavam a dispor de seus bens, assumiam o papel do marido quando esse se ausentava. Algumas mulheres, como Hatshepsut e Cleópatra, chegaram até o posto de Faraó, onde até então era somente título de um homem.

A Moda

A Moda

As mulheres camponesas vestiam-se com uma longa túnica, enquanto as mulheres da nobreza usavam vestidos bordados. Nas cerimônias, tanto os homens como as mulheres usavam pesadas perucas. Os egípcios adoravam usar joias que podiam ser de ouro, prata, conchas ou pequenas pedras coloridas. Além das joias, a maquiagem ocupava uma parte considerável do tempo dos egípcios.

Os estudos

Os estudos

Os Escribas eram provenientes de famílias egípcias ricas. Havia todo um investimento para que aprendessem a ler e escrever. Somente os Escribas podiam seguir uma carreira no serviço público do Egito, uma vez que a escrita era ferramenta exclusiva de uma profissão especializada. Eram numerosas as exigências para a carreira de um Escriba no Antigo Egito, o jovem que almejava pleitear tal serviço público deveria passar por uma formação especial na qual envolvia o conhecimento de muitas ciências.

A Alimentação

A Alimentação

A alimentação dos egípcios consistia de pão, cebola, alho, favas, lentilhas, rabanetes, pepinos e peixe. Essa alimentação era regada por cerveja não fermentada. Os pobres só comiam carne e frutas nos dias de festas. O vinho só aparecia na mesa dos ricos, que, além dos alimentos citados, consumiam frutas, queijos e carnes de animais domésticos e selvagens.

Mães

Mães

Na sociedade egípcia as mulheres tinham a função de gerar, cuidar e curar, podendo ter posse de terras e possuir bens próprios. No antigo Egito a esposa era quem cuidava de todos ao seu redor, incluindo filhos e servos.

As Nobres

As Nobres

As princesas e as esposas dos faraós exerciam atividades de grande importância nas práticas religiosas. Eram as “Divinas Adoradoras de Amon”, ou “Divinas Esposas Reais”, ou “Mães do Faraó-Deus”, ou ainda “Cantoras de Amon”. Participavam ativamente dos rituais, tinham instrução e desempenhavam o papel importante no culto religioso de vários deuses egípcios, além das oferendas às divindades, cerimônias de consagração, orações e procissões de barcas sagradas.

Rituais

Rituais

Os egípcios faziam rituais e oferendas aos deuses. Era uma forma de conseguirem agradar aos deuses, conseguindo ajuda em suas vidas. No Egito Antigo existiam diversos templos, que eram construídos em homenagem aos deuses. Uma característica importante da religião egípcia era a crença na vida após a morte, toda a vida egípcia era pensada no pós morte e no julgamento dos indivíduos no Tribunal de Osíris, por isso a importância de se ter um "coração leve".

O casamento

O casamento

O casamento no antigo Egito era considerado como um evento muito importante. O divórcio era algo simples e que não necessitava de muito tempo para obter-se. As mulheres podiam pedir o divórcio caso sofressem maus-tratos, onde recorriam aos seus familiares para pedir ajuda, na intervenção do casamento.

Música

Música

Desde a antiguidade a música e a dança estavam presente no cotidiano dos egípcios. Normalmente, eram utilizadas flautas, harpas, pandeiros e tambores.